REGIME MILITAR “A VERDADE OCULTA”

                                 DITADURA OU CONTRAGOLPE MILITAR

cuba (1)Os que hoje emitem opiniões sobre o período histórico de 1964 no Brasil, em sua maioria, foram doutrinados em suas escolas por livros didáticos formulados de forma suja e ideológica, por comunistas e simpatizantes que fizeram através do ensino nas escolas uma espécie de “lavagem cerebral” de ignorância e alienação alimentada pelo Marxismo, inserido por Paulo Freire.

Sendo nos dias atuais pregada nas escolas a ideia de que o país foi comandado por militares fascistas, que torturavam e matavam o povo pelo simples fato de amarem sua pátria e suas famílias. Fim.

Curioso é o fato de que estes livros não citam que o Governo Militar foi a única saída para o país permanecer livre, pois do contrário, estaria afundado em fome, morte e miséria. A título de exemplo explícito podemos citar o caso vivido por Cuba e Venezuela nos dias atuais.

A verdade, foi que o partido comunista criado em 1922, tentou dar um golpe para transformar o Brasil num país comunista em 1935, mas por sorte não obtiveram êxito.

No ano de 1961 o presidente João Goulart assume o poder apoiado por movimentos e líderes populares. A partir daí, João Goulart (Jango) acobertava a intervenção armada de Cuba no Brasil, estimulava a divisão das Forças Armadas para provocar uma Guerra civil, desrespeitava cinicamente a Constituição Federal e elevava os gastos públicos até as nuvens, provocando uma inflação que reduzia o povo à miséria, da qual prometia tirá-lo pelo expediente enganoso de dar aumentos salariais que a própria inflação tornava fictícios.

O governo João Goulart, pressionado por comunistas, queria implantar as denominadas Reformas de Base no país, sem prévia consulta e sem aprovação pelo Congresso Nacional. Sendo cogitado pelo governo de Jango, até mesmo, fechar o Congresso.

Diariamente toda a mídia era unânime em condenar o governo de Jango, pedindo sua renúncia para salvar a democracia.

A imensa maioria do povo brasileiro apelava desesperadamente para que os militares fizessem uma intervenção e evitasse que o Brasil se tornasse mais um país comunista no continente Americano. Os brasileiros foram às ruas em manifestação contra o governo, com as Marchas da Família com Deus pela Liberdade, no Rio, São Paulo e muitas outras cidades do país. Todos pediam o fim do governo João Goulart, antes que fosse tarde demais.passeata

Em 1964, as Forças armadas antecipando o pior introduziu-se no seio do poder. O governo Militar não se instalou repentinamente, sendo votado no próprio Congresso Nacional, no dia 02 de Abril de 1964 a cassação de Jango.

Quem disser que houve restrição séria à liberdade estará mentindo. O governo Castelo Branco demoliu o esquema político comunista sem sufocar as liberdades públicas do cidadão comum. Muito menos houve, nessa época, qualquer violência física, exceto da parte dos comunistas, que praticaram 82 atentados antes que, no período seguinte, viesse o regime em sentido pleno.

A história hoje é contada pelos oposicionistas, mas é interessante lembrar que o governo Médici foi marcado pela vitória contra a guerrilha, por uma tentativa fracassada de retorno à democracia e por um sucesso econômico estrondoso lançando o Brasil da 46ª a 8ª posição na economia mundial.

Sendo criados aproximadamente 13 milhões de empregos, foram construídas as maiores hidrelétricas do mundo, criação do Crédito Educativo, criação do FGTS, PIS e PASEP, criação da corrente Monetária, que reduziu a inflação descontrolada do governo Jango.

Como se vê a implantação do Governo Militar foi a salvação para o País, pois essa era a única forma de impedir que milhares de vidas fossem ceifadas acaso se instalasse no país uma ditadura comunista.

Lucas Rosseto  #valeuAle

Prof. Lucas Rosseto

                   OBRAS E BENEFÍCIOS CRIADOS NO GOVERNO MILITAR

 

  • – Restabelecimento da autoridade e da ordem pública;
  • – Criação de 13 milhões de empregos;
  • – A Petrobrás aumentou a produção de 75 mil para 750 mil barris/dia de petróleo;
  • – Estruturação das grandes construtoras nacionais;
  • – Crescimento do PIB de 14%;
  • – Construção de 4 portos e recuperação de outros 20;
  • – Criação da Eletrobrás;
  • – Criação da EMBRATEL e TELEBRÁS (antes, não havia “orelhões” nas ruas nem se falava por telefone entre os Estados);
  • – Desenvolvimento das INDÚSTRIAS AERONÁUTICA e NAVAL (em 1971 o Brasil foi o 2º maior construtor de navios do mundo);
  • – Implantação do PRÓ-ÁLCOOL em 1976 (em 1982, 95% dos carros no país rodavam a álcool);
  • – Construção das maiores hidrelétricas do mundo: TUCURUÍ, ILHA SOLTEIRA, JUPIÁ e ITAIPÚ;
  • – Brutal incremento das exportações, que cresceram de 1,5 bilhões de dólares para 37 bilhões; o país ficou menos dependente do café, cujo valor das exportações passou de mais de 60% para menos de 20% do total;
  • – Rede de rodovias asfaltadas, passou de 3 mil para 45 mil km;
  • – Programa de merenda escolar e alimentação do trabalhador;
  • – Criação do FGTS, PIS, PASEP; (**)
  • – Criação da EMBRAPA (70 milhões de toneladas de grãos); (**)
  • – Duplicação da rodovia RIO-JUIZ DE FORA e da VIA DUTRA;
  • – Implementação do Metrô em SÃO PAULO, RIO DE JANEIRO, BELO HORIZONTE, RECIFE e FORTALEZA;
  • – Criação da INFRAERO, proporcionando a criação e modernização dos aeroportos brasileiros (GALEÃO, GUARULHOS, BRASÍLIA, CONFINS, CAMPINAS – VIRACOPOS, SALVADOR, MANAUS);
  • – Investimentos na prospecção de petróleo no fundo do mar que resultaram na descoberta da bacia de Campos em 1976;
  • – Polícia Federal;
  • – Código Tributário Nacional;
  • – Implantação e desenvolvimento da Zona Franca de Manaus;
  • – Conselho Nacional de Poluição Ambiental;
  • – INDA – Instituto de Desenvolvimento Agrário;
  • – Criação do Banco Central (DEZ/64);
  • – Construção de 4 milhões de moradias;
  • – Regulamentação do 13º. salário;
  • – Rede Ferroviária ampliada de 3 mil e remodelada para 11 mil Km;
  • – Matrículas do ensino superior de 100 mil em 1964 para 1,3 milhões em 1981;
  • – Crédito Educativo;
  • – MOBRAL;
  • – Construção da Ferrovia do Aço (de Belo Horizonte a Volta Redonda);
  • – Construção da PONTE RIO-NITERÓI; e
  • – Construção da rodovia RIO-SANTOS (BR 101)

 

Fonte: http://vicentealencar.blogspot.com/2014/03/beneficios-criados-pelo-regime-militar.html

Os comentários estão encerrados.

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: